blog do Bento

Textos de José Bento Ferreira

Arte popular brasileira: olhares contemporâneos

“Os exus são assim neutralizados, tirados de circulação, aprisionados na escultura. Esse fato é reconhecido, embora nebulosamente, por Tabibuia e explicaria talvez sua recusa em esculpir ou aprisionar Deus e os santos.” Paulo Pardal, colecionador, sobre Chico Tabibuia (1989).

“Ao pintar do mesmo jeito que ele, de certa forma entrei na sua mente agitada, o que me abriu um espaço psicológico esquisito e interessante. Apesar de sua falta de técnica, Ranchinho tinha uma extrema habilidade para ordenar suas cenas numa visão de tudo ao mesmo tempo, onde a individualidade dos objetos e seres se funde numa totalidade que sua pintura frenética era capaz de configurar quase num golpe só, e com detalhes surpreendentemente agudos em meio às pinceladas aparentemente toscas.” Rodrigo Andrade, artista plástico, sobre Ranchinho (2012).

Arte popular brasileira: olhares contemporâneos

Publicações, Textos -
- January 8, 2019

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *