blog do Bento

Textos de José Bento Ferreira

Genius loci

Se me perguntassem por um talismã paulistano, como Paulo Autran no Municipal, eu indicaria o trólebus Machado de Assis. Muitas vezes corro para subir a rua Dona Veridiana atento à Marquês de Itu, lá longe. Se o elétrico passar por lá é porque o próximo vai demorar, se passam dois juntos, então o terceiro não vem antes de uma intensa meditação.

Mas quando o tomo no sentido Cardoso de Almeida eu tenho pressa. Cada vulto que assoma do muro pode ser o dele. Se o sinal estiver verde e ele sumir em Higienópolis, adeus.

Ao dobrar a esquina, os tijolos neo-medievais da Santa Casa abrem-se para uma perspectiva clássica. Na longa descida até o Centro vê-se o Elevado e ao fundo, parte do Caetano de Campos, o belo prédio na praça da República. Por vezes também se vê, com alívio, o rosto branco do trólebus.

Um dos condutores maneja admiravelmente aquele pesado vagão, como se fosse um motoboy na 23 de Maio. Passa com o corpanzil de lata rente aos panzers parados em fila dupla na rua Piauí, assustando as senhoras.

Outro havia décadas repetia o trajeto e certa noite entrou na rua errada. Pena que a avenida Higienópolis não tivesse cabos de força. A massa imensa, lotada, flutuou por pura inércia e estacou de viés, impedindo o trânsito. Não havia alternativa: os passageiros precisaram empurrar aquela coisa a ré. Às onze horas da noite ainda havia movimento. O condutor insistia em se lamentar, nunca tinha feito nada parecido em todos esses anos, enquanto os passageiros exaustos repunham tudo nos trilhos.

Quem dera dirigir um troço desses a passeio, desde Perdizes, passar em frente ao estádio, através do viaduto, ver as cúpulas da catedral, a Liberdade, ermos meandros do Cambuci e, por fim, o sopé da rua Machado de Assis, junto aos campinhos do parque da Aclimação, onde “brotam talentos”.

Melhor do que se perder na fuligem, mergulhar nas marginais, ficar parado no meio da rua sem ter aonde ir, ou correr atrás de uma resposta que não existe.

16/10/2007

Retrospecto -
- July 10, 2010

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *